Quem sou eu

Minha foto
“A humildade não é apenas uma graça ou virtude como outras, ela é a raiz de todas, pois somente com humildade toma-se a atitude correta diante de Deus, e permite-se que Ele faça tudo”.

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Nunca é tarde para realizar um sonho !

   A escritora Cora Coralina é um exemplo de que a frase título desta postagem pode ser uma realidade para quem acredita naquilo que deseja.
     Nascida em Goiás, Cora tornou-se doceira para sustentar os quatro filhos depois que o marido, o advogado paulista Cantídio Brêtas, morreu, em 1934. “Mamãe foi uma mulher à frente do seu tempo”, diz a filha caçula, Vicência Brêtas Tahan, autora do livro biográfico Cora Coragem Cora Poesia. “Dona de uma mente aberta, sempre nos passou a lição de coragem e otimismo.” Aos 70 anos, decidiu aprender datilografia para preparar suas poesias e enviá-las aos editores. Cora, que começou a escrever poemas e contos aos 14 anos, cursou apenas até a terceira série do primário. Nos últimos anos de vida, quando sua obra foi reconhecida, participou de conferências, homenagens e programas de televisão, e não perdeu a doçura da alma de escritora e confeiteira.

Um pouco de sua obra!


“Humildade

Senhor, fazei com que eu aceite 
minha pobreza tal como sempre foi. 

Que não sinta o que não tenho. 
Não lamente o que podia ter 
e se perdeu por caminhos errados 
e nunca mais voltou. 

Dai, Senhor, que minha humildade 
seja como a chuva desejada 
caindo mansa, 
longa noite escura 
numa terra sedenta 
e num telhado velho. 

Que eu possa agradecer a Vós, 
minha cama estreita, 
minhas coisinhas pobres, 
minha casa de chão, 
pedras e tábuas remontadas. 
E ter sempre um feixe de lenha 
debaixo do meu fogão de taipa, 
e acender, eu mesma, 
o fogo alegre da minha casa 
na manhã de um novo dia que começa.”





Mãe

Renovadora e reveladora do mundo
A humanidade se renova no teu ventre.
Cria teus filhos,
não os entregues à creche.
Creche é fria, impessoal.
Nunca será um lar
para teu filho.
Ele, pequenino, precisa de ti.
Não o desligues da tua força maternal.

Que pretendes, mulher?
Independência, igualdade de condições...
Empregos fora do lar?
És superior àqueles
que procuras imitar.
Tens o dom divino
de ser mãe
Em ti está presente a humanidade.

Mulher, não te deixes castrar.
Serás um animal somente de prazer
e às vezes nem mais isso.
Frígida, bloqueada, teu orgulho te faz calar.
Tumultuada, fingindo ser o que não és.
Roendo o teu osso negro da amargura.




Se temos de esperar,
que seja para colher a semente boa
que lançamos hoje no solo da vida.
Se for para semear,
então que seja para produzir
milhões de sorrisos,
de solidariedade e amizade.
Meu epitáfio

Morta... serei árvore,
serei tronco, serei fronde
e minhas raízes
enlaçadas às pedras de meu berço
são as cordas que brotam de uma lira.

Enfeitei de folhas verdes 
a pedra de meu túmulo
num simbolismo
de vida vegetal.

Não morre aquele
que deixou na terra
a melodia de seu cântico
na música de seus versos.

quarta-feira, 18 de junho de 2014

domingo, 15 de junho de 2014

Quem são teus íntimos?



O tempo está tão precioso, rápido, muitas vezes temos a impressão de que corremos atrás dele e não conseguimos alcançá-lo. Imaginem a cena, você correndo atrás do tempo, enlouquecido porque deseja realizar, realizar.E com esta correria muitas vezes nos esquecemos do que realmente é precioso, que são as pessoas, o olho no olho, o sentar alguns instantes e ouvir aqueles que amamos e eles nos ouvirem.
Algumas vezes passamos pelas pessoas e não temos nem tempo de perguntar:__ Como estás?
    Esta maneira enlouquecedora em que vivemos nos afastam de relações raras, dos nossos íntimos. Não usarei neste momento o nome amigos, mas íntimos.
    No dicionário poderemos encontrar o significado desta palavra:
íntimo:1- Que está muito dentro.2- Que atua no interior 3- Muito cordial e afetuoso. 4- Estreitamente ligado.5-O âmago.6- Amigo íntimo.
    É difícil sermos íntimos porque não temos tempo para nos doarmos,olhar no olho,para tratar o assunto do outro como gostaríamos que tratassem o nosso.Muitas vezes somos tão superficiais,mas achamos que somos amigos,que somos íntimos.
    Ser íntimo não significa invadir a vida de alguém,mas ser estreitamente ligado a ponto de saber o que falar e como agir em certas situações. Quando somos íntimos temos sensibilidade e cuidado com aqueles que surgiram em nossa vida. Deseje ter intimidade,exercite esta qualidade,pois crescemos como pessoa e começamos a abandonar o nosso egoísmo.
    Comecei a entender Provérbios 18:24: "O homem que tem muitos amigos sai perdendo, mas há amigo mais chegado que irmão", são os íntimos.
    Quem são teus íntimos?
    Poderás pensar: _Mas eu não tenho.
    Pensa mais um pouco. Começa a pensar naquela pessoa com quem sentas e começas a conversar, a te abrir; que sabe quando algo está errado por um simples gesto, olhar ou tom de voz.Falas sem medo de seres traído,sem receio de seres julgado.
   Este é o teu íntimo!

                                Cléu

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Tenho aprendido




" Mas é preciso escolher, porque o tempo foge. Não há tempo para tudo. Não poderei escutar todas as músicas que desejo, não poderei ler todos os livros que desejo, não poderei abraçar todas as pessoas que desejo.
É necessário aprender a arte de " abrir mão" - a fim de nos dedicarmos àquilo que é essencial. "

Rubem Alves
      

segunda-feira, 9 de junho de 2014

O comentário que merece se transformar em um post.

 
Paulo Tamburro do Blog " Falando Sério" deixou um comentário em meu último post. Achei tão enriquecedor que não resisti e resolvi postá-lo aqui. Tenho certeza que gostarão. Obrigada, Paulo Tamburro!

O silêncio é absolutamente enriquecedor e se presta a múltiplas análises e referências , quando ,por exemplo,Oscar Wilde dizia que :

"Se você não consegue entender o meu silêncio de nada irá adiantar as palavras, pois é no silêncio das minhas palavras que estão todos os meus maiores sentimentos".

Ou então na peça de Shakespeare, quando Hamlet morre e determina que: " O resto é silêncio".

Mas aquilo que, tem mais chamado a minha atenção nesta sociedade das algazarras é que, os maiores barulhos que têm sido feitos são absolutamente silenciosos, pois quando estes vozerios improdutivos são gratuitos e, sem nenhum sentido , eles são também, são o mais absoluto silêncio!

Um sussurro, com sentido, pode ser um grito de libertação de amor nos ouvidos da pessoa amada, e um berro descabido e, sem sentido, no rosto de uma mulher amada, é efetivamente o fim de tudo.

Teria sido preferível o silêncio!

http://ptamburro.blogspot.com.br

terça-feira, 3 de junho de 2014

Algumas vezes . . .



      Muitas vezes o silêncio não é burrice, fraqueza, medo; 
                          mas, sabedoria, coragem, é ser ousado.
                                        Pense nisto!!
                 
                                                                            Cléu