Quem sou eu

Minha foto
“A humildade não é apenas uma graça ou virtude como outras, ela é a raiz de todas, pois somente com humildade toma-se a atitude correta diante de Deus, e permite-se que Ele faça tudo”.

sábado, 13 de outubro de 2012

O país do :"Quem matou?"


Hoje a grande interrogação é:"Quem matou Max?" Sempre quando os autores de telenovelas criam esta interrogação, o povo acompanha e vira um investigador. Quem matou? Possuem vários possíveis assassinos.
Este fato abafou outra pergunta:"Quem matou a juíza Patrícia Acioli?"

Ou "Quem matou o anônimo que foi encontrado?"

Somos peritos em nos acostumarmos com a injustiça e de acharmos que nada é com a gente.Se não sentirmos na pele ou se não for com um da nossa casa, só fica na interrogação mesmo.
Mas Max é ficção, dá para brincarmos de detetives, dá para nos darmos ao luxo de ficarmos num grupo e discutirmos o provável assassino.

E os reais? O que acontece? Poderia ser um de nós.
No Jornal Zero Hora, aqui do Rio Grande do Sul, há um ano atrás foi publicado o texto de Luiz Fernando Oderich  ( Presidente da ONG Brasil Sem Grades) com o título: Quem Matou a juíza Patrícia Acioli?
Patrícia pelo menos é lembrada por alguns meses, pois a família e amigos fazem protestos e a mídia ainda acha que dá Ibope. Mas têm aqueles que nem foram lembrados.

Leia com atenção o texto do senhor Luiz Fernando Oderich. Vale a pena!!

"Quem matou a juíza Patrícia Acioli é uma pessoa gentil, bem-intencionada, politicamente correta, com os mais nobres propósitos de vida.É aquele tipo de pessoa que um dia achou que, no Brasil, os coitadinhos dos presos necessitavam um dia em sua homenagem. Lutaram por isso e conseguiram que se criasse o "Dia do Detento".
São aqueles que, levando as prerrogativas jurídicas às alturas, impedem que os bêbados soprem no bafômetro, são aqueles que fizeram essa legislação penal frouxa e aqueles que a querem afrouxar ainda mais.
O rei do Direito Penal brasileiro é o criminoso. Ele é tudo!A ele devem ser dadas todas as regalias. Visita íntima e progressão da pena, sem levar em conta a periculosidade do infrator, instituída pelo ministro Márcio Thomaz Bastos, salário mínimo de R$862 para ficar sem fazer nada. Castigá-los? Não!
Dane-se o trabalho da Polícia Civil e Militar. Lixe-se o Ministério Público. Interesse social? Isso não existe.A sociedade gera esses excluídos sociais, portanto tem de aguentá-los no peito. Familiares enlutados clamam por Justiça, mas isso é um luxo pequeno-burguês que não cabe. Onde pensam que estão? Num país civilizado?
Não podemos magoar e nem traumatizar o marginal. Portanto, se a "cana" prendeu, solte imediatamente. E como fica a situação do policial militar que cumpriu a lei? De quem arriscou a vida para realizar a prisão? Não importa!
Choramos, e devemos chorar mesmo, a morte dessa brava juíza, pois não nos comove mais a morte de policiais e agentes penitenciários. Esses não dão mais notícia, tristemente já viraram rotina.
A juíza, pelo interesse maior da sociedade,usava uma mão dura da lei para dar um fim à onda de impunidade. Lamentavelmente, a outra mão era obrigada a soltar presos,que,em qualquer outro lugar do mundo, apodreceriam para sempre na cadeia. Esses,por ódio e vingança, puxaram o gatilho.
À juíza Patrícia Acioli, o nosso respeito e a nossa homenagem em nome daqueles que querem um Brasil menos violento." 
 Patrícia pelo menos foi lembrada por alguns meses, pois a família e amigos fizeram protestos e na mídia deu  Ibope. Mas têm aqueles que nem foram lembrados. 
Que possamos ter um Brasil com leis funcionais, que realmente seja uma " arma " eficiente contra a violência.

                                                                   Cléu

12 comentários:

  1. Cléo, o q me espanta em nossa sociedade é a liberação a tudo, já assisti jovens cheirar cocaína na rua, no pt de ônibus q eu pego há uma escola pública, e jovens fumando maconha a luz do dia. Falta ordem e obediência as lei. A liberdade sem regras leva a permissividade, a impunidade a lei de salve quem poder. Bjos.

    ResponderExcluir
  2. Maravilha de texto que faz pensar!beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Minha amiga, parabéns pelo post! Sábias palavras para a reflexão de todos nós! E vamos nóis... Estou novamente pedindo teu voto; desta vez para a nova fase do Top Blog, o Top 100 Top Blog. Posso contar com teu voto? Se já votou em alguém, não tem problema, pois pode votar em quantos blogs quiser! Para votar é tudo igual como da outra vez! O Selo já está na lateral direita do blog, onde estava o outro! Desde já agradeço, de coração! Juntos chegaremos!
    Ótimo final de semana!
    Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Um texto de tirar o fôlego!Quanta injustiça há nesse país e se lembram da juiza é porque era uma juiza,se fosse o João da Silva,será que lembrariam?Triste é ver que ninguem parece se importar!bjs e boa semana!E um feliz dia dos professores tb!

    ResponderExcluir
  5. Senti isso na pele...quem matou o pai da minha filha com apenas 4 anos na época? Quem tirou minha paz, meu sorriso, meus sentimentos, minha razão? Quem tirou da minha pequena, hj com dez anos o prazer de ter seu pai todas as noites, de ouvir suas gargalhadas, seu sorriso, sua alegria....quem? Um idiota qualquer que pegou 13 anos e ficou 3 na cadeia e hj está em liberdade. Quem matou os sonhos que tínhamos e somente agora estamos começando a tomar as rédeas de nossa vida, 6 anos após? Quem secou nossas lágrimas que não somente foi DEUS. Motivo: ciúmes, e pra isso 17 facadas crués fora proferida, numa cidade turística, estado do Rio de Janeiro. E ainda ouvimos a pessoa dizer que se pudesse teria feito novamente. A justiça? Onde? Quando? A família? A vitima maior dessa falta de impunidade.

    ResponderExcluir
  6. É uma pena mesmo a população cega e viciada em novelas que não acrescentam NADA na vida. Enquanto poderiam estar lutando, gritando para que as leis sejam feitas neste pais da impunidade.
    E as eleições? Foi a maior palhaçada,
    Quem por nós amiga? Quem?
    Beijos grandes e boa semana!
    Andreza Canela
    Ü

    ResponderExcluir
  7. Um texto sábio e pertinente, pois o maior culpado disso é o partido popular que responde pela sigla "PT". Infelizmente ainda não varremos esse câncer da sociedade brasileira. Parabéns, bjos.

    ResponderExcluir
  8. A suprema arte do professor é despertar a alegria na expressão criativa do conhecimento,
    dar liberdade para que cada estudante desenvolva sua forma de pensar e entender o mundo,
    assim criamos pensadores, cientistas e artistas que expressarão em seus trabalhos aquilo que aprenderam com seus mestres.
    ( Albert Einstein)
    Hoje Dia Dos Professores no Brasil
    Deixo meu carinho a você independete de ser (UM MESTRE)dentro de uma sala de aula,
    pois os pais são professores dos seus filhos.
    Os professores é a continuadade absoluta durante anos (Mestre)dos nossos filhos.
    Educar é dever de casa dos pais aos (Mestres) o dever de ensinar
    a se defender dos obstaculos triste e cruel do analfebetismo.
    Nunca sentei na cadeira de uma faculdade,
    mais devo as minhas professoras cada pagina do meu livro.
    Eu respeito essa classe tão sofrida em nosso Pais.
    Deus ilumine a cada (Mestre)que nossos
    governantes um dia não muito distante valorize
    aqueles que formaram nossos presidentes.
    Linda semana independente de sua formação
    escolar.
    Beijos no coração,Evanir...

    ResponderExcluir
  9. Querida passando para desejar uma semana abençoada, iluminada e cheia de dádivas.
    Um lindo e abençoado dia!
    Grande beijo.
    Lorena Viana

    ResponderExcluir
  10. Que maravilha de texto, mas é assim infelizmente, nos atrai a ficção e o real da medo de encarar.
    beijo

    ResponderExcluir

  11. Você foi muito feliz em sua postagem. A jovem senhora que atende pelo nome de Simone Prado no seu comentário narrou um quadro triste que infelizmente é o prato do dia em nossa permissiva sociedade.

    ResponderExcluir